Viva Mais

Yoga na terceira idade

Envelhecer faz parte da vida de todos nós. Mas é possível passar por esta fase com mais saúde e tranquilidade com a ajuda do Yoga. Se o processo de envelhecimento for vivenciado de forma natural, as limitações do corpo e da mente são menos sentidas.

"O caminho da vida é o caminho do yoga". Isso é ensinado por Patanjali no Yoga Sutras, onde em quatro capítulos, são descritos os meios de superar as aflições do corpo e as flutuações da mente, obstáculos para o desenvolvimento espiritual, através dos oito membros do "Ashtanga Yoga" que são:

Yamas: relacionamento entre nós e o que é externo

Niyamas: nosso relacionamento com o que é interno

Asana: posturas físicas

Pranayama: exercícios respiratórios

Pratyahara: retração dos sentidos

Dharana: concentrar a mente em um objeto

Dhyana: estabelecer conexão com esse objeto

Samadhi: fundir-se com o objeto observado

Esses oito membros são praticados durante todos os estágios da vida(ashrama) que estão relacionados com as quatro metas da vida(purusartha), para que se alcance o amadurecimento e evolução. Você pode começar a praticá-los a qualquer momento. O yoga cuida do corpo, da mente e do espírito. Se você já era praticante de yoga antes de atingir a terceira idade e é um indivíduo saudável, sabe que não há restrições em relação à prática de asanas e pranayamas. No entanto, os portadores de doenças crônicas necessitam de algumas adaptações, antes de fazer uso dessa prática. Quem vive a terceira idade e pretende começar a praticar yoga deve consultar um médico e conversar a respeito das suas restrições para qualquer prática física e respiratória. No seu primeiro dia de aula, repasse essas informações ao instrutor de yoga.

/MaisSaudeCard

/MaisSaudeAMI

/MaisSaudeAMI